Você come de ansiedade ou de fome?

29 nov Você come de ansiedade ou de fome?

Você sabe o que é o "comer emocional"? Por exemplo: você deseja comer
sempre que sente uma emoção negativa? Se sim, esse é o “comer
emocional”.

A maioria das pessoas são condicionadas desde cedo a “comer emocional”,
pois a comida sempre foi usada para celebrar e acalmar. E isso pode levar
você a comer em momentos em que o seu corpo fisicamente não precisa de
combustível, fazendo com que você coma mais calorias do que precisa. O
que pode levar ao ganho de peso ou impedir a sua perda de peso.

O “comer emocional” também nos faz desejar alimentos agradáveis,
gratificantes e ricos em calorias, tornando mais fácil comer demais.

É importante chegar à raiz dessas emoções e desenvolver estratégias de
enfrentamento mais saudáveis. Porque a sensação de alívio que você sente é
apenas temporária. É uma distração para lidar com o que realmente está
acontecendo, e depois que a comida acabar, você ainda ficará sentado com o
que está incomodando.

Portanto, caso isso aconteça com você, é aconselhável a procura de um
médico! Você também pode começar a se policiar. Se atente às suas
vontades e o porque delas. Isso vai te ajudar a diferenciar o “comer
emocional” do “comer necessário”.

Dicas

Se você se encaixa no perfil de quem come por ansiedade ou nervosismo,
adote as seguintes sugestões:

1. Em uma lancheira, coloque as frutas de que você mais gosta, de
preferência lavadas e picadas, o que não dá preguiça na hora de comer.
2. Deixe os alimentos saudáveis na mesma posição que deixaria a caixa de
chocolates. O mesmo movimento de levar o bombom à boca, agora será da
castanha ou das frutas secas.
3. Separe alguns dias da semana para levar a comida para o trabalho,
deixando de lado o almoço fora. Leve legumes e verduras lavados de casa,
para uma salada fácil.
4. Reconheça qual é o momento do dia em que você recorre à comida com
mais frequência: durante o trabalho ou quando chega em casa à noite e pede
a pizza para compensar o estresse do dia?
5. Não deixe o estômago sentir falta do alimento e gerar a sensação de fome.
Coma em intervalos regulares e repense a pausa para o lanche com os
colegas.
6. Na hora do almoço, use o modelo da alimentação saudável para garantir a
saciedade no começo da tarde: metade do prato com salada crua ou cozida,
metade com arroz, feijão ou macarrão, peixe ou carne.
7. Não vá ao mercado com fome. A tendência de que você compre mais
bobagens é maior, que estarão à disposição nos momentos de ansiedade.

(Por Equipe Espaço Volpi)

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!