Ronco: o outro inimigo do sono

09 maio Ronco: o outro inimigo do sono

Insônia é a dificuldade em pegar no sono ou manter o mesmo. Ou seja, ela pode se manifestar de três formas: quando você demora para dormir, acorda durante a noite ou desperta muito cedo. Nada disso é bom, evidentemente, pois o repouso é essencial para praticamente todas as funções do organismo. Mas a insônia não é a única vilã nesse sentido. Você já ouviu falar de apnéia? É outro distúrbio do sono. Trata-se da obstrução das vias áreas em algum período, enquanto você dorme. Assim, você ronca. Justamente porque a passagem de ar é prejudicada. E ronco interfere na qualidade sono, pois interrompe o mesmo, sem que você perceba. Se você já dormiu em um quarto com alguém que ronca, deve ter percebido que, em certos momentos, parece faltar ar a essa pessoa. A impressão é de que ela despertou abruptamente. O resultado disso, assim como o da insônia, é acordar indisposto no dia seguinte. A obstrução das vias áreas, pode, ainda, fazer com que se adquira o hábito de comer rapidamente, já que não é possível respirar e mastigar corretamente ao mesmo tempo. O mais grave, porém, é que a apnéia afeta as funções do coração, provocando distúrbios como arritmias (alterações no batimento cardíaco). Se alguém já avisou que você ronca, procure um médico para descobrir até que ponto isso está prejudicando a sua vida. Principalmente se sente sonolência durante o dia.

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!