Proteína boa que não vem da carne (e nem da soja)

04 maio Proteína boa que não vem da carne (e nem da soja)

Um dos grandes desafios de vegetarianos é substituir a proteína encontrada na carne. Nesse sentido, a soja, um dos principais alimentos de origem vegetal que carregam quantidade satisfatória desse nutriente, seria uma boa opção. O problema é que a nutrologia vem colocando em cheque esse alimento. Contra a soja consumida no país, pesa o fato de ser originária de sementes transgênicas, suspeitas de serem prejudiciais ao organismo por desenvolverem de reações alérgicas a câncer. O ovo, absolvido pela ciência, seria outra opção. Mas, o que fazer no caso dos veganos, que também não consomem nenhum alimento produzido por um animal? O cogumelo parece ser a saída mais festejada e segura para garantir proteína de alto valor nutritivo para veganos e vegetarianos. Você sabia que o shimeji, um dos tipos de cogumelos mais consumidos no Brasil, tem a mesma quantidade de proteína que a carne vermelha? Cem gramas desse alimento carregam 21g de proteína. E o que é melhor: sem transportarem um caminhão de calorias para a mesa. Uma xícara e meia de shimeji tem apenas 35 calorias. O.k., só não vale refogá-lo na manteiga ou usar o molho de soja convencional para temperá-lo. Melhor prepara-lo com um pouco de óleo de canola e usar molho de soja orgânico diluído na água. Assim, a proteína está garantida sem encher o alimento de calorias ou sódio.

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!