Musculatura estimulada cresce e aparece

11 abr Musculatura estimulada cresce e aparece

Você sabe, provavelmente, que é importante variar o estímulo em um mesmo exercício para que a musculatura se desenvolva. A musculação é um caso típico: se você sempre utiliza o mesmo aparelho, não variando o número de repetições do exercício ou a carga, o corpo se acostuma ao estímulo e esse passa a não surtir mais efeito. Há várias formas de programar o treinamento de forma que os músculos sejam desafiados e, assim, continuem aumentando e aparecendo. Você pode, por exemplo, alternar dois exercícios para o mesmo grupo muscular, na sequência, sem intervalo. Ou, mesmo, variar o número de repetições, alternando a carga de acordo com elas. Mas há teorias que pregam que também funciona fazer um único exercício, com a mesma carga, para um mesmo grupo muscular, desde, claro, que haja estímulos diferentes na execução. Isso é bom para quem se sente confortável fazendo um único exercício, em vez de escolher dois ou três deles para um determinado grupo muscular, na sala de musculação. Vamos supor que, para exercitar ombros, você se sente mais confortável realizando apenas a elevação lateral com halteres (quando você eleva os braços lateralmente e levemente flexionados, até a altura dos ombros, e volta à posição inicial). Nesse caso, você pode variar o estímulo alternando a amplitude ou a velocidade do movimento. Isso, certamente, vai ajudar a desenvolver ombros sem que você precise desfilar por outros aparelhos.

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!