Filtro solar: o inimigo da vitamina D

14 fev Filtro solar: o inimigo da vitamina D

O uso de filtro solar é essencial para proteger a pele dos raios solares que provocam envelhecimento precoce e câncer, segundo os dermatologistas. A vitamina D só e produzida pelo organismo, em quantidade suficiente de modo a evitar problemas como osteoporose, depressão, câncer e diabetes, durante a exposição ao sol sem o uso de filtro solar. Percebeu que existe um impasse? Afinal, é preciso proteger a pele e também garantir a produção de vitamina D quando estamos expostos ao sol. Levando em consideração que o melhor horário para garantir a produção desse nutriente – encontrado em quantidade mínima em alimentos como atum, salmão, leite e ovo –, é entre10h00 e 16h30, quando os raios solares estão mais fortes, a situação fica ainda mais complicada. A saída, portanto, para garantir a vitamina D, essencial ao corpo, e, ao mesmo tempo não agredir a pele, é ficar exposto ao sol por cerca de 15 minutos diários, sem o uso de filtro solar, fora do pico de sol intenso entre meio-dia e 15h00. Ainda que seja produzida vitamina D em boa quantidade nesse período, o risco de tomar sol sem proteção solar é ainda mais perigoso. Resumindo: você pode garantir os 15 minutos necessários de exposição ao sol sem filtro entre 10h00 e meio dia ou entre 15h00 e 16h30.

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!