Nosso Blog

Entre em contato

Entenda a Endobarriga

Endobarriga

29 jun Entenda a Endobarriga

Entenda a Endobarriga, um inchaço abdominal que acomete as mulheres que sofrem de endometriose

Temos recebido queixas de pacientes que mesmo com dieta e exercício continuavam apresentando uma barriguinha, especialmente no abdômen inferior.

Segundo a Dra. Patrícia Cavalcante, médica especializada em Saúde da Mulher, essa condição pode estar associada à endometriose.

A endometriose pode causar dores intensas principalmente durante o período menstrual.

O que é endometriose?

Essa condição acontece quando o endométrio, tecido que reveste o útero, cresce para fora do órgão. Os fragmentos vão parar no ovário, nas trompas e até em regiões vizinhas.

Mesmo deslocado, o tecido excedente é estimulado a crescer e no momento da menstruação, descama junto com o endométrio original.

Entenda a Endobarriga:

Além dos sintomas de desconforto e dor, é comum que aconteça a Endobarriga, um inchaço acentuado que pode trazer consigo a sensação de um abdômen cheio.

Algumas mulheres apresentam esse inchaço em determinados pontos do ciclo menstrual, mas há casos daquelas que já estão em tratamento com supressão da menstruação e apresentam inchaço crônico que não está relacionado à gordura ou peso extra.

Como amenizar o problema

Uma das estratégias para tratar ou amenizar o problema é investir em uma dieta não inflamatória e na suplementação de Ômega 3, que tem demonstrado efeitos benéficos para esta condição.

Suplementos anti-inflamatórios como vitamina D e Vitaminas do Complexo B podem ser indicadas, bem como a melatonina, que ajuda na melhora da dor, inclusive.

Atividade física

A atividade física pode e deve ser praticada por mulheres que apresentam endometriose, pois a liberação da endorfina durante o exercício também reduz a sensação de dor e desconforto e os exercícios tem uma característica anti-inflamatória intrínseca.

O que mulheres com endobarriga devem evitar a todo custo são os alimentos que possuem características inflamatórias notórias como os alimentos ultraprocessados, glúten e lactose.

 

Dica de alimentos anti-inflamatórios:

Frutas vermelhas
Morango, amora e framboesa não são apenas saborosos. Por serem frutos com alto nível de antioxidantes, elas também possuem alto poder anti-inflamatório. E ainda são fontes de vitamina C, um importante nutriente para prevenir gripes e resfriados, e de antocianinas, poderosos agentes anti-inflamatórios.

Aipo
Também conhecido como salsão, é um vegetal que possui mais de vinte compostos anti-inflamatórios. Entre os principais está o flavanóide apigenina, que tem ação anti-inflamatória e grande capacidade antioxidante.

Mirtilo
Fruta rica em antocianinas, que têm ação anti-inflamatória.

Folhas verdes
Couve e espinafre são vegetais com folhas de cor verde-escuro que merecem entrar na dieta por conter alcalinizantes que ajudam a equilibrar o pH do corpo.

Linhaça
O consumo regular da linhaça ajuda na proteção contra bactérias e vírus, graças ao ômega 3, às ligninas vegetais e aos fitosteróis e bioflavonoides.

Chia
Entre os diversos nutrientes que possui, a chia é rica em ômega 3, antioxidantes, vitaminas. Por isso, possui ação anti-inflamatória e é importante para a manutenção da saúde cardiovascular.

Gengibre
Esse é um importante remédio natural com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Cúrcuma
A cúrcuma ajuda a neutralizar a inflamação e atua contra problemas como artrite, tendinite e machucados.

Nozes e amêndoas
Outras fontes naturais de ômega-3, o que faz dessas oleaginosas boas combatentes de dores nas articulações e de inflamações.

Abóbora
A abóbora é fonte de beta-caroteno, substância que ajuda no combate de inflamações da pele e dos pulmões. O alimento ainda possui antioxidantes que combatem os radicais livres.

Azeite extravirgem
É um óleo rico em polifenóis, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. Além disso, possui ácido alfa-linolênico (ALA), uma substância que ajuda no combate a inflamações.

Chocolate meio amargo
Busque marcas que contenham ao menos 70% de cacau na composição. É a opção mais saudável, por conter diversos nutrientes, como flavonoides, componentes que destroem os radicais livres e ajudam a reduzir inflamações crônicas.

Abacate
O abacate possui nutrientes que auxiliam na desintoxicação do fígado. O fruto é rico em beta-sitosterol, uma substância que age como um anti-inflamatório natural. Ainda possui ação antioxidante.

Repolho roxo
Esse tipo de repolho é fonte de antocianinas, um potente agente anti-inflamatório. Além disso, contém outros nutrientes com as mesmas propriedades, como glutamina e polifenóis.

Shitake
O cogumelo possui polissacarídeos que ajudam a aumentar a resposta imunológica, importante para combater infecções. O alimento também possui ação antimicrobiana.

Alho
Um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos, ele reduz o processo inflamatório e é um aliado no combate a doenças como gripes, resfriados, gastroenterites, aftas, bronquites e herpes. Também atua como fortalecedor do sistema imunológico.

Quero agendar uma consulta

Your html code will go here