Nosso Blog

Entre em contato

DIU de Cobre

08 fev DIU de Cobre

DIU de cobre, de levonorgestrel (MIRENA) e implantes: MALEFÍCIOS E ALTERNATIVAS

Hoje estava conversando com a Ginecologista do @espacovolpi, @dra.mariarita sobre os temas acima, e resolvi colocar as dicas dela aqui para vocês, espero que gostem!
Como quaisquer métodos contraceptivos, estes também possuem riscos e benefícios.
Vamos falar sobre cada um deles isoladamente para melhor esclarecimento.
O DIU de fio de cobre tem como método por meio de sua haste revestida de cobre modificar o PH do muco cervical impedindo que os espermatozoides consigam alcançar os óvulos a nível das tubas uterinas.
Se ele não estiver bem posicionado há probabilidade de gestação, então um dos riscos seria esse, e temos que monitorizar fazendo USG seriado de 3/3 meses no inicio para ver sua localização. Outro efeito que pode acontecer, por se tratar de um corpo estranho, maior fluxo sanguíneo na menstruação e fora desse período, um aumento de muco vaginal.
Raras as contra-indicações, elas seriam: miomatose uterina, câncer de colo, pólipos endometriais e úteros didelfos, bicornos e com outras malformações e alergia ao cobre são alguns exemplos.
O de LEVONORGESTREL age liberando a progesterona sintética localmente, evitando a ovulação. Diferente do de cobre, se estiver mal posicionado ainda assim, consegue fazer sua função, evitando gravidez. Pode gerar acnes e alguns cistos ovarianos. Contra indicações semelhantes ao de cobre incluindo câncer de mama. A menstruação neste caso, é bloqueada, indicado para anemias, endometriose e para amenizar os efeitos da menopausa.

Cerca de 3 a 6% das mulheres podem eliminar o DIU espontaneamente.

OS IMPLANTES
Os mais comuns são de ELCOMETRINA (um novo progestogenio) e a GESTRINOMA.

A Elcometrina (aprovada também para lactentes ) inibe menstruação por 6 meses, bloqueando o pico estrogênico e o androgênico, a desvantagem em relação a gestrinona é muitas vezes a queda da testosterona, gerando uma diminuição de libido. Gestrinona é o mais utilizado atualmente, um esteroide, anti-estrogênico, antiprogesterona que tem vantagem quanto aos outros pelos benefícios estéticos que causa, e vantagens de contra anemia, miomas e endometriose. O inconveniente deste último, que ao ser retirado, ele pode gerar dificuldade para engravidar por ate 6 meses devido a inibição da produção fisiológica dos nossos hormônios.

Your html code will go here