Vegetarianismo sem saia justa

14 mar Vegetarianismo sem saia justa

Ser vegetariano não é fácil. Em casa, é possível programar aquilo que vai à mesa, sem ofender quem não aceita a sua opção. Mas, fora de casa, é preciso ter jogo de cintura para lidar com a vida sem carne. Se você faz as suas refeições na rua, ajuda ter às mãos uma lista de restaurantes e pratos que atendem à sua escolha. Isso evita que você caia, por exemplo, em algum lugar cuja única opção, além das carnes, seja arroz e salada. Outra dica, também comum na vida de quem faz dieta e que dá certo, é levar lanches na bolsa ao seu gosto, para que você tenha o que comer entre as grandes refeições. Não precisa carregar muita coisa. Basta frutas e pão. Na maioria dos locais nos quais você esteja, é possível encontrar algo para rechear o mesmo, de patês a queijos (caso você não seja vegano). Se for convidado para um churrasco, saia de casa alimentado. Assim, você pode beliscar uma salada ou se aventurar pela maionese ou pelo pão com vinagrete de modo a não ofender os anfitriões. Foi convidado para jantar na casa de alguém que não conhece os seus hábitos? Não há nada de mal em dizer que você é vegetariano e que, desde que não seja servido carne, o seu paladar aceitará tudo – ou quase tudo. Nessas horas, abrir o jogo com antecedência, com jeito e boa educação, é melhor do que rejeitar, no ato e de supetão, a carne que foi preparada com todo carinho para você.

Gostou deste artigo? Então enriqueça este artigo com seu comentário, registre a sua opinião e compartilhe conosco suas experiências!